Resenha Mãe e Mulher




Mãe e Mulher
Jéssica Hart
Harlequin Special 2 Histórias
(Resenha Referente apenas a 2ª história)
Harlequin, 2012

Sinopse: Perdita James está radiante com seu novo emprego, até ser avaliada após um questionário como uma pessoa carente de atenção. Já seu chefe, Edward Merrick, foi definido como uma pantera: forte, decidido e só um pouquinho rude demais. A intuição de Perdita a aconselha a ignorar a atração que sente por ele e focar somente no trabalho para conseguir uma promoção. Mas toda a vez que está perto deste pai solteiro, ela sente algo que não é profissional… Seria paixão?

Perdita é uma verdadeira viciada em trabalho, vive para seu trabalho. Aos 40 anos não se casou ou teve filhos e sua mãe idosa é sua única família. Caracterizada em um curso como um pavão, doida por atenção, ela só conseguia pensar em formas de esganar seu novo chefe que a colocou nessa situação constrangedora. E não é que ele também está no curso?

Ed Merrick procura dar uma vida melhor para os filhos adolescentes depois da morte da esposa, por isso se mudou para o interior e Perdita além de sua subordinada é sua quase vizinha.

Nenhum queria se envolver, Perdita está ferida não se sente digna de carinho e não é cuidada, ela sempre é quem cuida dos outros e se esquece de si. Ed e seus três filhos formam um pacotão que ela não sabe se pode suportar. 

A história tem personagens mais maduros, entre 40-47 anos que dão a história um ar mais sério. Não há clichês comuns às histórias de amor, dessa vez quem se impõe entre o casal é o medo de viver a vida. Acho tão bonito quando dois corações solitários se encontram para viverem felizes, apesar da história ter um desenvolvimento lento penso que às vezes a vida tem um ritmo mais lento. Fica a dica!

{Respondendo Tag} Ler é um Presente





Oi gente, vi essa tag bem legal no blog LiteRata, da linda Ju Zanotti. Originalmente a tag foi publicada no blog “1 pedra no caminho” e eu quis responder, afinal as perguntas são legais e bem animadas... vamos as minhas respostas?

 
1. “É só uma lembrancinha…” (Um livro curto ou com menos de 100 páginas que tenha te encantado.)
Lycia Barros me conquistou com seu romance jovial, clichê e com altas doses de nostalgia do primeiro amor!




2. “Não precisava!” (Um livro que você amou ganhar de presente ou qual tipo de livro você mais gosta de ganhar.)
Por incrível que pareça eu não ganho muitos livros, mas um bom romance sempre me conquista, então se tem um chic lit, um romance de época, ou até um drama pra chorar já me dou por satisfeita.


3. A embalagem perfeita (Uma capa sensacional.)
Quer capa bonita? Babem nessas #fãdecarteirinha


 
4. Presente dos deuses (Um livro que mudou sua vida.)
Sempre, sempre, sempre esse livro! Ele é perfeito e de muitas maneiras mudou minha forma de me envolver e me emocionar com uma trama.
 
5. Surpresa! (Um livro que você começou a ler sem muitas expectativas e te conquistou.)
Karen White foi uma mestre do romance ao criar um enredo tão criativo e intrigante, virei a noite lendo!


6. “É a sua cara!” (Uma narrativa ou personagem com os quais você se identifique.)
Com certeza eu sou Emma, de “O segredo de Emma Corrigan”, sempre meio atrapalhada, falando demais e no fim fazendo altas trapalhadas, entretanto, por dentro, sou um coraçãozinho de ouro (juro!)



7. Presente de grego (Um livro que não era nada do que você pensava e te decepcionou.)
Eu tenho um sério problema com o enredo de “Claro que te amo”, gente pensem num enredo que tinha tudo pra ser perfeito, mas desceu a ladeira graças a protagonista egoísta, mimada e chata.... foi presente de grego mesmo




8. “mais afortunado é dar do que receber…” (Um livro especial que você deu de presente ou daria.)
Fã da autora que sou, gostaria que todos lessem ao menos um dos seus livros, mas “O Rouxinol” é quase obrigação, duas irmãs tão diferentes, mas ao mesmo tempo tão fortes e unidas







 
9. “Pode trocar, se precisar!” (Um livro que você começou a ler, mas teve de parar: não deu para continuar!)
Sempre falarei de “O lugar da felicidade” como decepção, tinha altas expectativas, mas não deu certo... a história não convenceu e empacou e eu abandonei sem remorsos!


10. Ainda na wishlist…
Apesar da lista enorme de desejados “O diário de Anne Frank” merece destaque, afinal faz tempo que desejo ler esse livro que se passa em um dos períodos mais tumultuosos, caóticos e amargos da nossa história mundial

Resenha Como Agarrar Uma Herdeira





Como Agarrar Uma Herdeira
Agentes da Coroa # 1
Julia Quinn
Arqueiro, 2017

Sinopse: Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.
Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso.
A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação, que o desarma completamente.


"Blake gemeu. Já combaterá os criminosos mais ardilosos do mundo, mas se via impotente diante de um franzir de cenho dela".

Caroline Trent estava acostuma ao desamparo e as constantes mudanças, mas com certeza não estava preparada para os planos de seu tutor maquiavélico, assim sendo, ela teve que fugir na calada da noite em busca de se livrar de uma prisão, mas tudo o que ela não esperava era cair em uma outra e diferente prisão...

Blake quer prender a todo custo Carlotta de Leon e a corja de traidores que ameaçam a segurança inglesa, portanto quando vê uma mulher misteriosa saindo da casa de Oliver Prewitt só pode ser Carlotta.
Claro que isso vai dar muita confusão!

“Como agarrar uma herdeira” traz a essência romancista de Julia, uma trama leve, descontraída, de te fazer rir e ao mesmo tempo se pegar desejando fazer parte do enredo, de ser uma confidente de Caroline ou uma conselheira para Blake. E que dupla de personagens carismáticos! Impossível não se apaixonar por eles e rir de suas rabugices! Enquanto estava lendo o livro acabei assistindo o filme a “A Bela e a Fera” em desenho e a Fera é uma ótima representação de Blake, por fora um homem mal humorado, meio grosseirão, mas com um fundo de simpatia e de carisma inimagináveis!

Caroline também não fica para trás, ela é demais, ela quase enlouquece o Blake com suas vontades e mata o leitor de rir, então os dois são uma grata combinação. O romance é fluido, foi muito bom acompanhar uma trama tão leve e divertida, aquela leitura que vem na hora certa e arrebatada demais, com certeza ficou na lista de favoritos.

Julia inegavelmente acertou a mão!

Resenha Entre a Culpa e o Desejo



Entre a Culpa e o Desejo
O Clube dos Canalhas # 2
Sarah MacLean
Gutenberg, 2015

Sinopse: Lady Philippa Marbury não é como as jovens de sua época. A brilhante filha do marquês de Needham e Dolby se preocupa mais com seus livros e experimentos do que com vestidos e bailes. Para ela, um laboratório é muito mais atraente que uma proposta de casamento, e é por isso que, ao ser prometida a um noivo com quem não tem nada em comum, Pippa tem apenas duas semanas para empreender seu último experimento: descobrir todos os prazeres e todas as delícias da vida antes de passar o resto de seus dias ao lado de alguém que ela mal conhece.
Como boa cientista que é, Pippa investiga a vida do homem que parece ser a cobaia ideal para realizar suas experiências: Sr. Cross, o atraente sócio do cassino mais famoso e cobiçado de Londres, um libertino cuja má-fama foi cuidadosamente construída sobre o vício e a devassidão. Um canalha perfeito para explorar suas fantasias e satisfazer sua curiosidade sem manchar sua reputação de moça de família.
Mas o que Pippa não sabe é que, por baixo das aparências, Cross esconde segredos obscuros e que, ao receber a proposta da garota, ele está diante de uma oferta que pode destruir tudo aquilo que durante anos ele se esforçou para proteger.
Terrivelmente tentado a se envolver nessa aventura que promete o mais puro prazer sem qualquer outra emoção, tudo o que Cross deseja é dar a Pippa exatamente o que ela quer, mas ele sabe que ninguém sai ileso do caminho da satisfação e, assim, Cross terá de usar cada miligrama de sua força de vontade para não perder o controle e resistir à tentação de entregar à jovem muito mais do que ela ousa imaginar.

Pippa é uma cientista! Ela curte muito mais seus experimentos do que a sociedade londrina, muito mais que os bailes e chás, mas ela sabe que tem um papel a cumprir nisso tudo: arrumar um marido. Não que ela queira, aliás de fato um marido, mas é o que ela terá muito em breve. Ela esta comprometida com um noivo do qual não tem muitas afinidades e disposta a não fracassar ela decide usar a ciência ao seu favor. Ela precisa experênciar um relacionamento e para isso precisa de um parceiro muito hábil. 

Cross sabe bem que deve manter distancia de Pippa Marbury, ela vem escrito problema na testa em letras grafais, além de ser um dama comprometida a bela é nada mais nada menos que cunhada de seu sócio e que jamais deveria ter pisado em um lugar como “O Anjo caído”, mas como ele poderia afastar alguém que mexe tanto com seus sentidos!

Nesse segundo volume temos uma história mais divertida, o lado cientista maluca de Pippa atrelado com o humor ácido de Cross fazem com que o livro seja uma composição única! Eu ri demais com esses dois!
Outro trunfo da trama foi o título traduzido: entre a culpa e o desejo caracteriza bem os personagens centrais. A culpa assola Cross, fazendo dele um homem sombrio e cheio de mistérios, ao passo que o desejo é o combustível de Pippa, que mais do que nunca quer descobrir sobre beijos, caricias e tudo mais...

A trama é fácil  fluida, a escrita de Sarah cativa, a autora sempre tem uma forma de conquistar o leitor com seus enredos e a série Clube Dops Canalhas esta se mostrando cada vez melhor! Ansiosa pelo próximo volume.

 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa