Eu por Eu, rumo aos 24 anos



Oi gente, no próximo dia 17 eu apago mais uma velinha, completo mais uma primavera. Falta pouquinho, eu farei 24 anos e esses tempos ta rolando aquela coisa de adivinhar verdades e mentiras sobre você em um joguinho no face, entrando nesse clima eu resolvi fazer uma proposta um pouquinho diferente e elencar 24 verdades sobre mim, assim vocês podem conhecer um pouco mais da Thaila pessoa e não apenas da blogueira:


1. Eu sou chorona, assumidamente. Choro com facilidade, seja por conta de algo que me emocione ou entristeça lá to eu chorando,
2. Sou chocólatra assumidissima, eu preciso de um chocolate para controlar meu humor, caso contrário sou insuportável,
3. Sou impulsiva, principalmente em referencia as compras. Esse é um hábito que tenho tentado mudar desesperadamente, compro demais, seja comida, roupas e afins e isso me assusta um pouco.
4. Tenho tido esquecimentos frequentes, antes eu era uma agenda ambulante, hoje só com anotações e as vezes esqueço de ver as anotações,
5. Sou chata assumidamente, eu tenho um gênio forte e isso me traz alguns problemas porque eu não cedo com facilidade e se eu quero uma coisa ela tem que ser feita a minha maneira,
6. Eu amo artesanato, amo tudo, amo poder pegar em um pincel, em uma agulha com linha e criar algo bonito. É uma realização especial e eu amaria fazer isso o dia todo,
7. Amo animais, em especial cães. Se eu pudesse pegava cada cachorrinho de rua e trazia pra dentro de casa, mas me preocupo com os outros animais também.
8. Minha cor preferida é azul, acreditem, demorei muito tempo para decidir qual a minha cor favorita, mas definitivamente, azul,
9. Eu quero me casar e ter aquela família margarina. Bobo eu sei, mas anseio por um companheiro de verdade, que possamos construir juntos uma vida,
10. Eu quero ter uma tatuagem, mas meu pai me mata (risos),
11. Eu sempre quis aprender a dançar, mas aparentemente meus dois pés são esquerdos,
12. Inicialmente eu me chamaria Louise, mas minha mãe mudou de ideia pouco antes de eu nascer, por conta de um pedido da ex-patroa dela,
13. Eu sou carente, carente demais gente! Eu não sei ficar só, eu preciso de alguém pra conversar, pra ouvir e me ouvir, pra fazer companhia,
14. Tenho um melhor amigo homem, e isso me faz ser inclusa no grupo de pessoas que acredita na amizade homem-mulher,
15. Só tive duas festas de aniversário, uma aos 6 anos e uma aos 22, nos anos seguintes apenas a comemoração com meus pais, teve anos que nem bolo teve,
16. Quando eu era pequena cai do escorregador no parte e isso me deixou uma bela cicatriz na boca,
17. Sonho com aquele tour europeu, mas de viagem o máximo que tenho são duas idas pra São Paulo e uma pra Ribeirão Preto,
18. Tem horas que me bate aquela vontade de largar tudo e ligar o modo f@da-se e sair por ai sem rumo,
19. Eu não me acho bonita, de verdade.
20. Nunca ganhei flores,
21. Sou ciumenta, tenho ciúmes de tudo: pessoas, objetos,
22. Apesar de gostar de tentar cozinhar não levo muito jeito pra coisa não, só sai o basicão mesmo,
23. Sou uma alma hispânica, gosto de tudo: comida, língua, música,
24. Eu tenho tentado todos os dias cumprir a promessa que fiz de ficar bem.


Prazer, essa sou eu!

Resenha Cilada Para Um Marquês




Cilada Para Um Marquês
Escândalos e Canalhas # 1
Sarah MacLean
Editora Gutenberg, 2016
Sinopse: Sophie Talbot é conhecida pela Sociedade como uma das Irmãs Perigosas – mulheres Talbot que fazem de tudo para se arranjar com algum aristocrata. O apelido chega a ser engraçado, pois se existe algo que Sophie abomina é a aristocracia. Mas parece que mesmo não sendo uma irmã tão perigosa assim, o perigo a persegue por todos os lugares.
Quando a mais “desinteressante” das irmãs Talbot se torna o centro de um escândalo, ela decide que chegou a hora de partir de Londres e voltar para o interior, onde vivia antes de seu pai conquistar um título. Em Mossband, ela pretende abrir sua própria livraria e encontrar Robbie, um jovem que não vê há mais de uma década, mas que jura estar esperando por ela.
No entanto, ao fugir de Londres, seu destino cruza com o de Rei, o Marquês de Eversley e futuro Duque de Lyne, um homem com a fama de dissolver noivados e arruinar as damas da Sociedade. Rei está a caminho de Cumbria para visitar o odioso pai à beira da morte e tomar posse de seu ducado. Tudo o que ele menos precisava era de uma Irmã Perigosa em seu encalço.
O Marquês de Eversley está convicto de que Lady Sophie Talbot invadiu sua carruagem para forçá-lo a se casar com ela e conquistar um título de futura duquesa. Já Sophie tenta provar que não se casaria com ele nem que fosse o último homem da cristandade. Mas e quando o perigo tem olhos verdes, cabelos claros e a língua afiada?
Essa viagem será mais longa do que eles imaginavam…

Sophie nunca se ajustou bem à sociedade londrina. Oriunda de uma família que enriqueceu por meio do trabalho e consequentemente nada bem vinda ao circulo de nobreza da época, ela sempre preferiu a vida campestre aos requintados bailes, as comidas simples como pasteis e pães doces aos longos jantares, o mundo dos livros ao mundo das fofocas. Enfim, uma desajustada.

Os escândalos também são frequentes na família Tabolt, mas enquanto todos os demais membros lidam bem com os mexericos, Sophie se vê cada vez mais enfadada. A aristocracia com todas as suas leis e costumes machistas em nada agrada-a tanto que como gota d’água ela acaba brigando com o cunhado, que apesar de imponente homem social é um babaca na vida conjugal. 


"Elas nunca enxergaram a verdade — que as irmãs Talbot poderiam se casar com príncipes da família real e mesmo assim não seriam bem-vindas na Sociedade. A aristocracia tolerava sua presença porque não podia se arriscar a perder a inteligência do novo conde, ou os fundos que vinham com cada uma de suas filhas. Casamento era afinal, o negócio mais lucrativo na Inglaterra." p. 19


Ressentida e desejando liberdade, a bela decide que irá sair definitivamente de Londres, ir para sua cidade natal, casar-se por amor, abrir sua livraria. Mas primeiro ela precisa de uma carona e eis que surge Rei, o canalha do Marquês de Eversley.

Rei não quer nem saber de uma irmã perigosa na sua aba, ele sabe que com elas no encalço só há uma saída: o altar, lugar em que ele nem planeja subir... Rei é um libertino, um homem que brinca com as convenções e de cara tive aquele 5 minutinhos de raiva dele, mas não se deixe enganar por aquela carapaça... ele é muito mais profundo do que aparenta.

Como já é característico de Sarah não é um “não” que vai parar a sua protagonista feminina de conseguir o que quer, no caso Sophie quer sair de Londres e sairá a qualquer custo, Rei estando de acordo em ajudá-la ou não! A confusão ta armada gente.

Sob o título geral de série “Escândalos e canalhas” acho legal ressaltar que os inícios dos capítulos são como manchetes de jornais, isso é super legal, pois além de já dar aquela adiantadinha nas emoções do capítulo dão um charme a parte na trama!

Divertido, bem humorado, com aquele ar de romance de conto de fadas que tanto me atrai, a leitura flui super bem, Sophie  foi uma surpresa a cada página, uma encantadora surpresa também para Rei, não é que a mais “desinteressante” das Tabolts se mostrou a mais sagaz de todas, a mais sem medo, a menos estereotipada.

Com uma trama que convence e com todo o charme da escrita, Sarah se consagra no roll das escritoras que merecem elogios sempre! amei o primeiro livro dessa independente, importante ressaltar, aguardo ansiosamente o próximo livro que terá tudo para ser tão magistral quanto esse.

lançamento... Quando a noite Cai, Carina Rissi



Tem livro novo da Carina Rissi na área! Pode comemorar, pode comemorar!!!!!


Sinopse: Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família não anda nada bem. Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono. Quando a noite cai e o sono vem, ela é transportada para terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos... e o coração. Depois de ser demitida — pela terceira vez no mês! —, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos. Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco — e que talvez nem mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar...“

Acompanha Máscara de Brinde somente nas compras realizadas no período de pré-venda.
O lançamento esta previsto para 22/05


Resenha A Bela e o Ferreiro




A Bela e o Ferreiro
Spindle Cove # 3.5
Tessa Dare
Gutenberg, 2016
Sinopse: Diana Highwood estava destinada a ter um casamento perfeito, digno de flores, seda, ouro e, no mínimo, com um duque ou um marquês. Isso era o que sua mãe, a Sra. Highwood, declarava, planejando toda a vida da filha com base na certeza de que ela conquistaria o coração de um nobre.
Entretanto, o amor encontra Diana no local mais inesperado. Não nos bailes de debute em Londres, ou em carruagens, castelos e vales verdejantes O homem por quem ela se apaixona é forte como ferro, belo como ouro e quente como brasa. E está em uma ferraria.
Envolvida em uma paixão proibida, a doce e frágil Diana está disposta a abandonar todas as suas chances de um casamento aristocrático para viver esse grande amor com Aaron Dawes e, finalmente, ter uma vida livre! Livre para fazer suas próprias escolhas e parar de viver sob a sombra dos desejos de sua mãe. Há, enfim, uma fagulha de esperança para uma vida plena e feliz.
Mas serão um pobre ferreiro e sua forja o felizes para sempre de uma mulher que poderia ter qualquer coisa? Será que ambos estarão dispostos a arriscar tudo pelo amor e o desejo?

Quem não se lembra de Diana? A beldade Diana, a aposta de ouro da senhora Highwood em arrumar um casamento promissor, com um aristocrata imponente, mas tudo o que não se contava é que a beldade sofreria de asma e precisaria de um lugar mais estável, perto do mar para cura-se e Spindle Cove foi o lugar escolhido por ser um reduto feminino de muito prestigio, lá elas viram e viveram muitas emoções, mas a maior de todas ainda estava por vir.

Aaron é o ferreiro da cidade, um homem importante para sua comunidade, mas acima de tudo um homem simples que sabe que não pode sonhar em ter uma lady como Diana em seus braços, mas quando ambos desejam a mesma coisa seria possível vencer obstáculos sociais?

Eu realmente esperava um livro só da Diana, ela foi uma personagem secundária importante para as tramas anteriores, ela merecia conhecer o amor, já Aaron foi uma surpresa para mim, não pela improbabilidade do romance, mas por ele ter passado tanto tempo escondidinho nos livros anteriores que eu meio que tinha me esquecido dele! Mas depois desse livro ele se tornou inesquecível!

O romance é uma gracinha, é um conto, então as coisas evoluem mais rápido, mas não menos encantadoras, o romance de Aaron e Diana promete abalar não só pelo aspecto social da época, uma vez que as classes sociais eram ditames importantes a serem preservados, mas também pelo fato de ter acontecido em segredo em Spindle Cove o lugar em que nada fica em segredo (risos).

Com uma trama já caracterizada pelo excelente nível de escrita de Tessa Dare , “A bela e o ferreiro” faz uma leve alusão ao clássico dos contos infantis em que a bela Diana se apaixona pela fera Aaron, tendo de enfrentar barreiras impostas pela sociedade e por eles mesmos que precisam assumir o que sente e encarar as consequências. Risos já são esperados, afinal Tessa se mostra aquela autora que sempre tem uma situação coringa na manga para cativar ainda mais seu leitor.

Minha única ressalva é que eu não queria que tivesse terminado. Simplesmente encantada, de novo!
 

felicidade em livros 2013 - 2015 * Template by Ipietoon Cute Blog Design Modificado por Fabiana Correa